Será este o ano em que o processo dá frutos?

Os Phildelphia 76ers não vencem um título desde 1983, e por volta de 2014 começaram um processo com o objetivo de erguer o caneco num futuro próximo. O centro dessa “rebuild” era, como é óbvio, Joel Embiid.

Como em qualquer “rebuild”, a equipa teve alguns anos de “tanking” para conseguirem boas picks no draft. Em 2016 escolherem Ben Simmons com a primeira escolha do draft, e em 2017, Markelle Fultz, também com a primeira escolha.

Com algumas lesões pelo caminho, a equipa chegou aos playoffs apenas em 2018, tendo sido afastados pelos Boston Celtics. Em 2019, foram eliminados pelos Toronto Raptors, no último lançamento do último jogo. Em 2020 bateram no fundo, ao serem eliminados na primeira ronda por 4-0, frente aos Boston Celtics.

Ora nesta offseason, Doc Rivers chegou para ser novo treinador da equipa, e algumas alterações foram feitas:

  • Livraram-se de Al Horford e do seu contrato, numa trade em que receberam Danny Green.
  • Adquiram um shooter consistente, Seth Curry. (não é tão bom como o irmão, mas também “manda umas bolas”.)
  • Para fazer o papel que pertencia a Al Horford, contrataram Dwight Howard, que tem um contrato muito mais acessível.

Após estes movimentos, a equipa já prometia, e arrancou para esta época a todo o gás. São a primeira equipa no Este, com um record de 7-3, tendo perdido o último jogo devido às ausências no plantel, por conta do covid-19.

Numa temporada que não parece vir a ser fácil, tanto pela situação atual que o mundo vive, como pela presença de novos candidatos no Este , como os Brooklyn Nets, os 76ers não vão ter um caminho fácil, mas por este arranque, podem aumentar as expectativas.

Vasco Oliveira

Gosto de escrever umas coisas de vez em quando. @vjoseoliveira

Deixe uma resposta