Rumo ao Draft: Keegan Murray

O grande draft da NBA é já esta noite, e ao longo do dia de hoje vamos lançar os últimos quatro artigos desta rúbrica, que analisa as maiores promessas que entrarão na liga esta noite.

Começamos por Keegan Murray, um jogador que está a ser protagonista de uma disputa entre diversas equipas, que pretendem “subir” no draft para o selecionar.

Murray é um “foward” que esteve ao serviço da Universidade de Iowa nos últimos dois anos, tendo tido nesta ano médias fantásticas de 23 pontos e 8.7 ressaltos em 35 jogos. É o jogador mais “apetecível” do draft, fora os três “gigantes” que estão projetados para as primeiras três escolhas.

Murray destaca-se por ser um jogador veloz e ágil, tendo em conta os seus 2,03 metros. Consegue fazer um pouco de tudo, pois a sua estatura permite-lhe ser um defensor consistente, e no outro lado do campo consegue ser extremamente problemático para as defesas adversárias. Sabe movimentar-se bem com e sem bola, e tem ainda uma boa capacidade de drible. Tem uma boa eficácia de lançamento, e pode ser o principal marcador na equipa que o escolher. O seu salto este ano surpreendeu muitos, Murray teve média de 7 pontos por jogo no seu primeiro ano a nível universitário, mas demonstrou uma evolução fantástica, que o faz ser considerado dos jogadores mais bem preparados para entrar na melhor liga de basquetebol do mundo.

Um dos seus poucos aspetos a desenvolver é a força, mas é algo que com certeza conseguirá desenvolver quando entrar na NBA.

O seu estilo de jogo de jogo é muitas vezes comparado ao de Michael Porter Jr, dos Nuggets. Um jogador alto mas rápido e ágil, que sabe atacar e defender.

Murray deve ser escolhido por Pistons ou Kings, caso não existam alterações. Na minha opinião, encaixava bem em ambas as equipas, podendo afirmar-se com titular imediato em ambas. Os Pistons precisam de um substituto para Jeremi Grant (que foi trocado ontem), e os Kings carecem de um jogador consistente na posição de Small Foward. A equipa de Sacramento não deve deixar passar a oportunidade, e selecionar o jogador com a quarta escolha.

De referir que Spurs, Knicks e Wizards já demonstraram interesse em subir no draft para selecionar o jogador. Este jovem de 22 anos pode até motivar a uma troca esta noite.

Vasco Oliveira

Estudante de Ciências da Comunicação com o sonho de um dia poder trabalhar no jornalismo desportivo. @vascoliveira8 no Twitter

Deixe um comentário