Paul George explica quem é o nº1 dos Clippers

George deixa o ego de lado e assume a posição mais benéfica para a equipa.

Numa equipa onde jogam das super estrelas como Kawhi Leonard e Paul George, ainda por cima tendo sensivelmente a mais posição, pode, por vezes, ser difícil de perceber quem é o Batman e quem é o Robin. Ou seja, apesar de serem ambos o motor desta equipa e os verdadeiros líderes, no final do dia só pode haver uma opção para o nº1.

Ambos os jogadores têm um talento raro e são, sem dúvida, dos melhores da Liga. No entanto, parece ser relativamente pacífico que o Kawhi Leonard tem a vantagem. Um jogador de sangue-frio com um instinto para matar digno dos maiores predadores.

George confirmou precisamente isso, numa entrevista, referindo: “O Kawhi é o número 1, e eu estou perfeitamente bem com isso. Eu digo publicamente que ele é o número um e eu o número dois. Não há ego aqui. O meu trabalho é tornar todos melhor.”

Um atitude altruísta por parte de George que solidifica a química de equipa. Num ano em que pode ser o verdadeiro “make or break” para os Clippers, são estas pequenas coisas que podem ser cruciais para a conquista do troféu.

João Araújo Correia

Licenciado em Direito, 23 anos e sou fã incondicional dos Clippers desde a era da Lob-City. Desde pequeno que adoro basquetebol, tanto de ver como jogar! Apesar do Patrick Beverly estar enganado quanto aos próximos 5 anos serem dos Clippers, espero que seja, pelo menos, 1!

Deixe uma resposta