“Ones to Watch 22/23”: Buddy Hield

“Ones to Watch 22/23” consiste em analisar ao pormenor um jogador de cada equipa da NBA, que tem muito para provar na temporada que se avizinha. Os jogadores são selecionados conforme a sua situação atual, como por exemplo, um jogador regressado de lesão, um jogador que tem a “obrigação” de se afirmar, um jogador que foi recentemente adquirido, etc. A rúbrica funcionará por ordem alfabética de equipas e será lançada todos os dias até ao começo da temporada.

Buddy Hield foi um dos “cabeças de cartaz” da troca entre Pacers e Kings na temporada passada. O jogador de 29 anos vai ter a sua primeira experiência na conferência Este, depois de uma passagem nos Kings onde se esperava que se tornasse algo mais.

Hield foi selecionado com a sexta escolha no draft de 2016, na altura pelos New Orleans Pelicans. Após uma temporada, foi trocado para Sacramento, numa troca que levava Demarcus Cousins no caminho inverso. Em Sacramento Buddy Hield começou a demonstrar sinais de ser um jogador útil, com um bom lançamento e algumas características interessantes. A instabilidade no franchise de Sacramento, assim como alguma instabilidade no rendimento do próprio jogador, acabaram por limitar Buddy Hield, num caminho que o levou a ser trocado.

Um “scorer” puro, Buddy Hield é um jogador “moderno” cuja principal “arma” é o lançamento. Com uma mecânica “rápida e eficaz”, não é muito arriscado dizer que Buddy Hield é (foi em tempos) um dos melhores “shooters” da liga. Também sabe tratar bem a bola, com um bom drible e criatividade para chegar ao cesto adversário. Na defesa é um jogador persistente, mas para além disso não pode adicionar muito mais, tendo em conta a sua estatura.

Hield já deu “ar de sua graça” em meia temporada em Indiana, mas este ano é mais importante, pois poderá ser decisivo para o seu futuro. Em tempos de “rebuild” nos Pacers, Hield poderá já não entrar nos planos e servir como moeda de troca, algo que dependerá tanto dos Pacers, como do próprio jogador.

O futuro é incerto para o jogador, sendo que em Indiana ainda poderá desempenhar um papel importante, e aumentar o seu valor.

Vasco Oliveira

Estudante de Ciências da Comunicação com a aspiração de um dia poder trabalhar no mundo da NBA. @vascoliveira8 no Twitter

Deixe uma resposta