Noites da NBA: 02/02/2019

2a parte de luxo dos Clippers opera milagre em Detroit

Os LA Clippers após a derrota no prolongamento contra os Lakers, conseguiram o que parecia impossível, recuperar de uma desvantagem de 23 pontos com apenas 5 minutos por jogar no 3°período, com uma ponta final de período espetacular e com total esmagamento no último periodo, com o resultado a ser 111-101 favorável aos Clippers. Para isso muito contribuiu o banco, com 80 dos 111 pontos da equipa, com destaque para Lou Williams, com 39 pontos e 9 assistências. Pelos Pistons, Blake Griffin, com 24 pontos, 6 assistências e 11 ressaltos, e Reggie Jackson, com 29 pontos e 7 assistências foram os destaques.

Bucks e Giannis em grande em Washington

Os Milwaukee Bucks venceram em Washington os Wizards por 131-115, num jogo em que o vencedor parecia anunciado desde cedo, com os Bucks quase sempre na frente. Giannis Antetokounmpo, sério candidato a MVP, voltou a fazer uma grande exibição com 37 pontos e 10 ressaltos em 32 minutos de jogo, com incrível aproveitamento da linha de lance livre, o Greek freak converteu as suas 17 tentativas. Bradley Beal, mais uma vez, mostrou ser a estrela dos Wizards na ausência de John Wall, anotando 24 pontos.

Orlando Magic derrotam Nets com grande 3° período

Noutro duelo de equipas do Este, os Orlando Magic, com uma grande 2a parte, viraram o marcador frente aos Brooklyn Nets, ainda desfalcados de Spencer Dinwiddie, e venceram por 102-89, permitindo aos Magic não se afastarem dos lugares de acesso aos play-off. Vucevic depois de saber que será reserva no all-star game, esteve em grande no último período, acabando o jogo com 24 pontos e 12 ressaltos, provando que foi uma escolha acertada, do lado dos Nets, D’Angelo Russell foi destaque ofensivo com 23 pontos e 6 assistências.

Luka Doncic em grande na vitória dos Mavs

Os Dallas Mavericks venceram os Cleveland Cavaliers no Quicken Loans Arena por 111-98, num jogo que foi bastante equilibrado até ao 4° período, quando os Mavs chegaram à vantagem de 2 dígitos. Luka Doncic esteve mais uma vez a um nível galático, ao alcance de poucos, em 33 minutos marcou 35 pontos, em 13-25 de lançamentos de campo fez 6 assistências e ainda conseguiu 11 ressaltos, sendo o melhor da sua equipa.

Pacers voltam às vitórias em jogo com menos pontos da noite

Os Indiana Pacers voltaram às vitórias frente aos Miami Heat na Flórida por 95-88, num jogo muito equilibrado e atípico, que foi resolvido pelo melhor 3° período dos Pacers e com um 4° período muito mal jogado, apenas 22 pontos, 11-11. Esta é a 1a vitória dos Pacers desde a lesão de Oladipo, tendo Bogdanovic sido o destaque com 31 pontos e 7 ressaltos, do lado dos Heat, o habitual duplo-duplo de Whiteside com 19 pontos e 14 ressaltos.

Kemba Walker on fire em vitória dos Hornets

Os Charlotte Hornets venceram os Chicago Bulls num grande jogo com mudanças na liderança e incerteza quase até ao fim, prevalencendo a equipa da casa por 125-118, com grandes performances de ambas as equipas, antes do individual é de destacar os 44% de acerto dos Hornets de 3, com 14-32. Individualmente, Kamba Walker este em grande, com 37 pontos e 10 assistências, pelos Bulls, Markkanen com 30 pontos e 9 ressaltos foi a par de Portis, 33 pontos e 9 ressaltos, o melhor.

Iguodala clutch compensa falta de Curry

Os Golden State Warriors venceram os Lakers, sem LeBron James e Lonzo Ball,em Oakland por 115-101. Embora a vantagem seja algo confortável, o jogo estave muito difícil para os Warriors, que tiveram Curry completamente apagado até ao 4° período, tendo estado com 0-8 em lançamentos de campo, tendo sido Iguodala a ser o jogador que nos momentos em que o jogo parecia estar inclinado para os Lakers a remar contra a maré marcando pontos que permitiram aos Warriors recuperar de uma desvantagem de 10 pontos no 3° período, passar para a frente no marcador e distanciar-se já no 4° período, Iguodala para além dos pontos, 17, teve 4 assistências, 3 ressaltos, 1 roubo de bola e um desarme de lançamento, isto em 26 minutos de jogo, Klay Thompson foi o mais consistente das estrelas, com 28 pontos, Durant teve 21 pontos e Curry apenas 14, 12 no último período. Pelos Lakers, Rondo quase fazia triplo-duplo, com 12 pontos, 11 assistências e 8 ressaltos e Ingram foi o melhor marcador com 20 pontos.

James Harden mais uma vez arrasador em vitória dos Rockets

James Harden sem surpresa voltou a liderar os Rockets em mais uma vitória, desta vez em Salt Lake City, frente aos Utah Jazz, por 125-98. O jogo foi apenas equilibrado no 1° período, sendo depois um passeio para a turma de Houston, que não contou com Chris Paul, e tem ainda Capela lesionado. James Harden anotou 43 pontos, continuando a sua sequência sem fim de jogos com 30 ou mais pontos, Green esteve muito bem também com 25 pontos, e Faried fez bem de Capela e conseguiu um duplo-duplo, com 16 pontos e 12 ressaltos, Donovan Mitchell com 26 pontos e 9 assistências foi o melhor dos Jazz, onde também se destacou Rudy Gobert, com 13 ressaltos e 10 pontos.

Spurs demasiado fortes para Pelicans

Os San Antonio Spurs derrotaram os Pelicans, sem AD, por 113-108, num jogo em que a turma de Gregg Popovich foi melhor desde o início, tendo em Aldridge o seu jogador mais inspirado, com 25 pontos e 14 ressaltos, de destacar pela negativa o mau momento de forma de DeMar DeRozan, que fez apenas 13 pontos, enquanto do lado dos Pelicans, Frank Jackson com 25 pontos, foi o jogador mais destacado. Com este resultado os Spurs continuam a sua aproximação aos lugares de topo, enquanto os Pelicans afundam-se cada vez mais, estando na antepenúltima posição no Oeste.

Nuggets seguram liderança com vitória apertada em Minnesota

Os Denver Nuggets de Nikola Jokic aguentaram bem a pressão e conseguiram resistir a um duro teste em Minnesota, contra os Timberwolves, vencendo por 107-106 num dos melhores jogos da noite.

Nikola Jokic esteve em grande e voltou a fazer um triplo-duplo, com 13 pontos, 10 assistências e 16 ressaltos, isto em apenas 29 minutos de jogo, com Beasley muito bem também, com 22 pontos, do lado dos Minnesota Timberwolves, Karl Anthony Towns, com 31 pontos, 12 ressaltos e 7 assistências fez uma exibição fantástica, que só não teve vitória porque os Minnesota Timberwolves falharam o último lançamento, por Deng.

Em duelo de equipas do fundo da tabela Hawks levam a melhor sobre os Suns

Os Atlanta Hawks venceram os Phoenix Suns no Arizona por 118-112, num jogo entre 2 das equipas com pior registo na liga. Os Hawks valeram-se de um melhor 4° período para ganhar o jogo, com John Collins em grande com 35 pontos, e Trae Young com grande exibição, 27 pontos, 8 assistências e ainda 7 ressaltos a serem os melhores da equipa de Atlanta. Do lado dos Suns, mais uma vez Devin Booker, com 32 pontos, 10 assistências e 8 ressaltos foi o melhor, outro destaque foi o regresso do poste Ayton, que conseguiu um duplo-duplo, de 13 pontos e 11 ressaltos.

Kings vencem Sixers com Buddy Hield em grande

No último jogo da noite, os Sacramento Kings voltaram a provar que são das equipas com basquete mais atractivo da liga, jogo no qual venceram a excelente equipa dos Sixers por 115-108.

Foi um grande jogo com a 1a parte a ter algum ascendente dos Kings, que foram para o intervalo a ganhar por 10, na 2a parte os Sixers ainda votaram a estar no jogo, com Embiid, mais uma vez, e Butler em grande, ambos anotaram 29 pontos, mas os Kings souberam controlar a ameaça dos Sixers no 4° período, e mereceram a vitória, Buddy Hield, cada vez mais a estrela da equipa, fez 34 pontos, com Fox a marcar 19 e a fazer 8 assistências. Para além de Embiid e Butler, outro jogador dos Sixers passou dos 20 pontos, Simmons com 22.

Márcio Dias

Natural e residente do Porto Licenciado em Línguas, literaturas e culturas na FLUP Fã de múscia, cinema e literatura, apaixonado por desporto e em particular por basquetebol

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *