Em duelo de candidatos no Toyota center, prevaleceram os Rockets

Em um dos jogos mais aguardados da noite, os Houston Rockets confirmaram que a boa forma da equipa veio para ficar. Frente aos líderes da conferência Oeste, os Denver Nuggets, a equipa de James Harden venceu por um concludente 125-113, com James Harden e Capela a estarem em destaque, com mais alguns records a ser batidos.

No 1° período o jogo foi bastante equilibrado, com ambas as equipas a respeitarem-se a a tentar anular as principais estrelas do adversário, com destaque para o double team cerrado sobre James Harden, que não conseguia assim nenhum lancamento de campo, mas aproveitou para libertar várias vezes ora Capela ora P.J. Tucker, os Nuggets com Murray muito bem defendido, tiveram em Jokic, como em muitas outras ocasiões, a sua principal referência, marcando muitos pontos debaixo do cesto, tirando partido da sua altura e físico, num grande match up com Clint Capela, em ambos lados do campo, com o bom jogo colectivo dos Nuggets e o facto de Harden não ter conseguido metar a 6a velocidade no 1° período, apenas 4 pontos, todos da linha de lance livre, os Nuggets conseguiram ir para o 2° período a ganhar por 35-33. No 2° período foi quando veio ao de cima a grandeza de James Harden, já sem a defesa dos Nuggets a ter 2 defesas sobre ele e após alguns lancamentos falhados e mais alguns pontos da linha, Harden marcou 3 lancamentos de 3 seguidos, um deles com direito a lance livre, e colocou o jogo a 13 pontos de distância, maior diferença pontual até então, indo as duas equipas para o intervalo com o resultado de 70-60 favorável à equipa orientada por Mike D’Antoni.

No Inicio do 3° período os Nuggets pareciam determinados a reduzir a diferença e conseguiram estar a apenas 4 pontos dos Rockets, que sempre que tinham oportunidade lancavam de 3, não apenas Harden, mas também Green e Tucker, conseguindo assim estancar a recuperação dos Nuggets, ficando sempre na liderança do encontro, com Capela a aproveitar as ofertas de James Harden, do lado dos Nuggets Jokic esteve irrepreensível e chegou ao fim do 3° período com 24 pontos, mantendo a sua equipa a 7 pontos dos Rockets e ainda na discussão pela vitória.

No 4° período veio a confirmação de que estes Rockets são a equipa em melhor forma na NBA, com uma confiança inabalável, e com vários jogadores a marcar vários triplos, Tucker teve um máximo de carreira com 7 em 11 tentativas, todos os seus 21 pontos foram de lancamentos de 3, e Green com 6 de 10, que acabaria também com 21 pontos, Rockets tiraram o melhor proveito do seu jogo exterior e fugiram aos Nuggets, enquanto Nikola Jokic ficou a descansar a maior parte do 4° período, decisão muito questionável, pois quando voltou a entrar já o jogo ia quase a meio do 4° período e estava na mão dos Rockets, não conseguindo aproximar a sua equipa dos Rockets e voltando ao banco antes do final do encontro, havendo tempo para antes do final do jogo mais recordes serem batidos, Harden, (quem mais?) tornou-se no 1° jogador a marcar pelo menos 5 triplos em 10 jogos consecutivos, fez 6 em 15 tentativas, pelo meio, fez 14 assistências, algumas de grande nível, numa versão muito mais altruísta, acabando por não conseguir marcar 35 ou mais pontos em mais um jogo, ficou-se pelos 32, mas a optar por não lançar nas últimas 2 posses de bola dos Rockets, mostrando que, acima de tudo, o mais importante tinha sido alcançado, a vitória. E como não destacar Clint Capela? Foi apenas o 2° melhor marcador da equipa, com 31 pontos, que é um record pessoal, para além dos 9 ressaltos, 2 assistências e 2 roubos de bola, do lado dos Nuggets, destaque para o já referido Nikola Jokic, apesar de pouco ter jogado no último período, fez 24 pontos, 13 ressaltos, 4 assistências, 2 roubos de bola e 1 desarme de lancamento, isto em apenas 28 minutos e em 55% de acerto em lancamentos de campo.

Melhores momentos de Harden neste último jogo

Márcio Dias

Natural e residente do Porto Licenciado em Línguas, literaturas e culturas na FLUP Fã de múscia, cinema e literatura, apaixonado por desporto e em particular por basquetebol

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *