Bucks travam série vitoriosa dos Rockets em casa

Ontem de madrugada disputou-se um dos jogos mais aguardados da semana, frente a frente duas das melhores equipas da liga, que vinham de um registo de 8-2 nos últimos 10 jogos, com os Bucks a liderarem o Este. Frente a frente estavam também 2 dos principais candidatos a MVP, Giannis Antetokounmpo e James Harden.

À semelhança do que tinha acontecido nos últimos jogos dos Rockets, Harden começou o jogo com marcação especial, o que o obrigou a soltar mais a bola e a acertar menos lançamentos de campo, do lado dos Bucks, também Giannis Antetokounmpo teve um primeiro período com grande atenção por parte da defesa dos Rockets. Com os Bucks, marcando apenas o 2 primeiros pontos da equipa. Sendo um primeiro período muito disputado, nenhuma equipa conseguiu disparar no marcador, apesar de alguns parciais favoráveis a ambas as equipas, com os Rockets sem surpresa a apostar no jogo exterior, e os Bucks a marcar diversos pontos na área pintada, apesar de também ter tido bom aproveitamento de 3. No final do período, os Rockets saiam com vantagem de 3 pontos, 29-26, graças a um triplo de Rivers, com as estrelas Harden e Antetokounmpo a ter apenas 6 e 2 pontos respectivamente.

O 2° período começou com Brogdon e Bledsoe em grande, a compensar a falta de pontos de Giannis, que diga-se de passagem esteva muito bem em ambas as tabelas, e com Harden outra vez não conseguir marcar, verificando-se um empate a 34-34 antes de um timeout pedido por Mike D’Antoni, depois assistiu-se a um parcial de 14-5, com Harden ora a marcar, 9 pontos com 2 triplos, lay-up e lance livre, ora a assistir Capela e PJ Tucker para outro triplo, dando assim a maior vantagem de qualquer equipa no encontro até à altura, 9 pontos, com 48-39 a favor dos Rockets, Antetokounmpo começou a acertar os lançamentos, e com Brogdon e Middleton a contribuirem bastante, e apesar dos muitos pontos de Harden, já ia com 23, os Bucks estavam a apenas 6 pontos dos Rockets antes do intervalo com um floater em cima da hora por Middleton. 60-54 era o marcador.

No 3° período os Bucks entraram muito sólidos, e não demorou muito até passarem para a frente no marcador, com vantagem de 68-64 volvidos apenas 4 minutos do 3° período. Os Rockets responderam pelos mesmos do costume, James Harden e Clint Capela, a aproveitar assistência do próprio Harden, conseguindo colocar os Rockets com 8 pontos de vantagem, isto a 4:32 minutos do final do 3° período, com um 81-73. Mas aí começou um parcial louco dos Bucks, com os Rockets a falharem todos os lançamentos de campo, os Bucks entre o os últimos minutos do 3° período e os primeiros do 4° fizeram um parcial de 25-2, passando de uma desvantagem de 8 pontos, para um vantagem de 15, 98-83 era o resultado então, sendo que os 2 únicos pontos dos Rockets foram da linha de lance livre, por Tucker, que marcou 2 de 4 lances livres. Rockets ainda recuperaram, à base de triplos, mas uma desvantagem de 15 pontos era demais, mesmo para estes Rockets, pois tinham pela frente uma das melhores equipas da Liga, em ambos os lados do campo, isto apesar dos muitos pontos de Harden ajudarem a colocar o jogo a 3 pontos de distância com 2:37 por jogar. Nos momentos decisivos Giannis Antetokounmpo, ao invés de Harden, apareceu como o homem do jogo, com vários ressaltos e pontos decisivos, não tremendo da linha, e com uma tapinha num ressalto ofensivo a valer 2 pontos cruciais, colocou o jogo fora do alcance dos Rockets, que perderiam os jogo por 109-116.

De destacar alguns recordes neste jogo. Giannis Antetokounmpo conseguiu máximo pessoal de ressaltos, com 21, para além dos seus 27 pontos, tendo em Brogdon, com 24 pontos, o seu braço direito. James Harden, (quem mais?) voltou a melhorar o seu próprio record de jogador com mais jogos seguidos a marcar 5 ou mais triplos, fazendo-o pelo 11° jogo seguido, tendo feito mais um jogo com mais de 40 pontos, marcando 42, cimentando a sua candidatura ao MVP deste ano, com Clint Capela a registar mais um duplo-duplo com 18 pontos e 13 ressaltos, para além de 2 desarmes de lançamento.

Terá Giannis Antetokounmpo ultrapassado James Harden na corrida ao MVP depois desta exibição clutch? Só sabemos que depois deste jogo a corrida fica mais disputada que nunca, ganhando os os fãs da modalidade acima de tudo com o momento destes 2 monstros.

Melhores momentos do duelo para MVP

Márcio Dias

Natural e residente do Porto Licenciado em Línguas, literaturas e culturas na FLUP Fã de múscia, cinema e literatura, apaixonado por desporto e em particular por basquetebol

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *