A ética de trabalho de CP3 que faz dele diferente

Chris Paul é sem dúvida um dos melhores bases das últimas décadas, e quem sabe também não será descabido apontá-lo como um dos melhores de sempre na sua posição.

Este estatuto consolidado por Paul aos 36 anos faz dele um profissional raro, que deve ser olhado e apreciado por todos aqueles que um dia sonham pisar um palco da NBA.

Olhando à qualidade soberba do veterano, que se mantem ano após ano a um nível de excelência, podemos questionar: O que faz Chris Paul distinto dos outros, isto é, quais são os segredos por trás do seu sucesso e longevidade enquanto jogador de basquetebol?

Para nos ajudar a responder a esta questão, socorremo-nos de um testemunho oferecido pelo seu preparador físico pessoal, Steve Kostorowski, que em tempos deixou algumas indicações sobre as orientações de trabalho seguidas por CP3.

“Vou só dar-vos o segredo, e não é o dia a dia completo dele. Chris Paul faz o seguinte antes de “todo o mundo” estar acordado da cama…”– disse o PTrainer.

  • Acorda às 5h da manhã;
  • Corrida de 20 minutos- “warm up”;
  • Alongamentos;
  • Musculação;
  • Abdominais;
  • Exercícios de coordenação;
  • Salto à corda;
  • Agilidade;
  • Trabalho com bola;
  • Lançamento
  • Posicionamento

João Pinto

Licenciado em Direito- Universidade Católica Portuguesa; Apaixonado pelo desporto e pela melhor liga do mundo; Fã dos Boston Celtics desde o título de 2008, quando uma equipa começou a dizer "Ubuntu" aos 3...

Deixe uma resposta