A escolha mais “adormecida” de cada Draft de 2000s – 2001

Todos os anos, o draft da NBA está cheio de jogadores que foram observados, analisados pelos departamentos de Scouting/Front office das equipas e que pode mudar o rumo da equipa. Enquanto há escolhas óbvias, como o Lebron James ser o #1 em 2003, o grande desafio é descobrir aqueles diamantes que apenas precisam de ser lapidados e que é esquecido por todos. Destas escolhas que iremos falar, todas as elas se tornaram peças fulcrais nas equipas por onde passaram. Vamos falar entre 2000 e 2009.

2001 – Tony Parker

A parte de que alguns dos jogadores que irão aparecer nestes artigos foram fulcrais para as suas equipas é dizer pouco de Tony Parker, pois será certamente um futuro Hall of Famer. Tony Parker é a prova de que os Spurs sabiam o que estavam a fazer. Com a última escolha da 1ª ronda, a equipa de San Antonio escolheu este fenómeno francês.

Parker tinha apenas 19 anos quando foi selecionado. Ele teve bastantes dificuldades na sua primeira presença das Finais aos 20 anos ( os Spurs mesmo assim venceram) mas ele tornou-se uma das chaves do plantel de Popovich nos 3 títulos seguintes. Isto inclui ainda um MVP das Finais em 2007.

Ele terminou a carreira com médias de 15.5ppg, 5.6 assistências, 2.7 ressaltos, e a lançar 49.1% de campo.

Top 10 Picks deste Draft:

  1. Kwame Brown – Washington Wizards
  2. Tyson Chandler – LA Clippers
  3. Pau Gasol – Atlanta Hawks
  4. Eddy Curry – Chicago Bulls
  5. Jason Richardson – Golden State Warriors
  6. Shane Battier – Vancouver Grizzlies
  7. Eddie Griffin – New Jersey Nets
  8. DeSagana Diop – Cleveland Cavaliers
  9. Rodney White – Detroit Pistons
  10. Joe Johnson – Boston Celtics

Rui Leite

Viciado em NBA e adepto dos Sixers desde que um certo baixinho andou lá a espalhar magia.

Deixe uma resposta