Serão os Lakers melhores quando LeBron está no banco?

LeBron James é, quase unanimemente, o melhor jogador da liga. Mais. O melhor jogador da liga dos últimos 10 anos. No entanto, o King não tem sido tão brilhante do lado defensivo do campo como no ofensivo. Demonstra uma extrema passividade na hora de defender, parecendo por diversas vezes, apático.

Na NBA, a estatística é uma ferramenta usada e abusada pelos analistas e pelos fãs. Apesar de que nem sempre é colocada na medida certa. Ora vejamos:

 

 

Pela imagem, a conclusão imediata é que os Lakers são melhores quando LeBron James está no banco, do que quando está em jogo. Será correto afirmar isso? NÃO.

O Plus/Minus mede como uma equipa se comporta com um determinado jogar em campo. No entanto, apenas tem por base números e é muitas vezes descontextualizado pelos fãs. Dou um exemplo de muitos: na base deste indicador não está presente que, quando o LeBron não joga, normalmente os Lakers estão a jogar contra as segundas linhas dos adversários.

Tal como mencionei acima, James não é o defensor que era, por exemplo, em Miami. É outro jogador. Tem 33 anos (34 em Dezembro) e embora não pareça, a idade também lhe pesa. Mas então, de que forma é que LeBron continua a parece estar tão bem fisicamente como nos seus “vintes”? Exatamente, poupando-se na defesa para explodir no ataque. Resta a equipa adaptar-se a esse facto (ou não).

Estes números vão variar durante a época, pois o mau início dos Lakers tem o seu peso nestes indicadores individuais. E claro, não é só o LeBron que não defende nesta equipa…

 

Afinal, alguém acha que uma equipa fica pior quando contrata o melhor jogador do mundo?

É um processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *