Destaques, análises e resultados de 24 Outubro

Philadephia 76ers 132 @ 133 Detroit Pistons

Mais um jogo de excelente espetáculo a ir a overtime. Um jogo muito disputado que resultou numa das melhores exibições, senão a melhor, da carreira de Blake Griffin. Ao intervalo já tinha 30 pontos e a 2ª parte não foi diferente.

Do lado dos Sixers a grande estrela foi JJ Redick e Embiid, marcando um total de 63 pontos. A exibição de Redick inclui também um grande triplo no final do tempo extra. Blake acabaria por anular o seu efeito marcando o game-winner mas o mérito mantém-se.

E como se esperava, Embiid não largou Drummond, nem na defesa nem o trash talk. Depois de várias comentários lançados um ao outro ao longo do jogo, a disputa acabou com Embiid a levar a melhor com uma exibição digna de um Óscar.

 

Los Angeles Clippers 109 @ 116 New Orleans Pelicans

Como previmos na nossa antevisão do jogo, a equipa da casa acabou por levar a melhor por uma margem algo confortável. Os Pelicans estão numa forma tremenda e é muito difícil parar a sua tripla interior: Davis, Mirotic e o jovem Randle.

Anthony Davis acabou por assumir o jogo e acabou com 34 pontos, 13 ressaltos e 5 abafos.

Do lado dos Clippers, apesar da derrota, continuam as boas exibições de Tobias Harris e Danilo Gallinari, com 26 pontos/9 ressaltos e 24 pontos/6 ressaltos, respetivamente. Também Patrick Beverley teve perto do triplo duplo com 12 pontos, 10 ressaltos e 8 assitências.

 

Sacramento Kings 112 @ 126 Denver Nuggets

Em Denver também não houveram surpresas e os Nuggets, uma das equipas sensação deste início de época, continuão invictos com 4 vitórias em 4 jogos.

Foi um bom jogo em que as performances coletivas acabaram por se realçar. Houve um total de 15 (!!!) jogadores com pontuações de 2 dígitos, sendo que apenas Marvin Bagley III, a 2a escolha do Draft deste ano, chegou aos 20 pontos. Ainda mais impressionante é quando foi um jogo com uma pontuação total ainda elevada.

Como é de prever, é um pouco difícil comentarmos tantas boas exibições individuais por isso deixámos aqui um resumo com os highlights de toda a partida.

Afonso Mendonça

Desde cedo descobriu a sua paixão pela modalidade, começando a jogar basquetebol aos 9 anos para só parar 9 anos depois. Verdade seja dita, nunca foi muito bom. Tenta então agora compensar a sua carreira falhada a meter a bola no cesto ao meter artigos na net. Não é bem a mesma coisa mas promete deixar nas teclas do computador o mesmo empenho que outrora deixou em campo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *