O Futuro Promissor dos Milwaukee Bucks

Após uma temporada onde os Bucks ficaram com o gosto de que poderiam ter chegado mais longe, o time tem novas expectativas e objetivos mais altos para 2018-19.

Tudo começa do banco, temporada passada o time foi comandado por Jason Kidd(23-22) e Joe Prunty(21-16), sendo que nenhum dos dois técnicos realmente atingiu o potencial que os Bucks realmente tinham, um time pouco organizado, agora com Mike Budenholzer, técnico do Atlanta Hawks nas últimas 5 temporadas, com a melhor campanha em 2014-15(60-22), Budenholzer tem o objetivo de potencializar os seus jogadores, com destaque, claro, em Giannis Antetokounmpo, ele com os Hawks naquela temporada transformou o time numa potência tanto ofensiva quanto defensiva – 6º em Offensive Rating e 6º em Defensive Rating – e deve tentar fazer o mesmo com os Bucks, que pela primeira vez parece que terão um bom técnico para comandar o grego e companhia.

Giannis Antetokounmpo tem apenas 23 anos e já é o um dos 6 melhores jogadores da liga, com uma capacidade atlética invejável, com 2.11m e uma habilidade incrível de infiltrar, o Grego a cada temporada evolui cada vez mais e desta vez tem um time ao redor que empolga e possa talvez ajuda-lo a chegar mais longe nos Playoffs. Giannis também é um dos favoritos ao prêmio de MVP da temporada, e se ter médias parecidas a da última temporada, um número perto se 50 vitórias com a 4ª colocação na conferência, acredito que tem boas chances de ser eleito o Most Valuable Player de 2018-19.

O segundo grande destaque do time é Khris Middleton, que nessa proxima temporada pode vir a ser All-Star pela primeira vez, após ter uma boa temporada regular e uma ótima série de playoffs contra o Boston Celtics, quando teve 24.7 pontos de média nos 7 jogos(.598 FG% e .610 3P%). Middleton é um dos jogadores mais subestimados da liga e as expectativas postas sobre ele nessa temporada são as de que ele eleve seu jogo ainda mais, se tornando uma boa segunda opção para o time.

O Bucks na 17ª escolha do Draft de 2018 selecionou Donte DiVincenzo, Ala-Armador da Universidade de Villanova, onde foi campeão da NCAA em 2016 e neste ano de 2018, quando também foi eleito NCAA Final Four Most Outstanding Player, muito pelo seu jogo do título contra Michigan, onde marcou 31 pontos. DiVicenzo mostrou ser um bom arremessador em Villanova, podendo criar seus arremessos com poucos dribles, podendo jogar com e sem a bola, mostrou ser um bom arremessador de 3P (.401 3P% no último ano em Villanova) e também um bom defensor, disposto a marcar os jogadores com um estilo fisico. No geral vai ser um bom jogador vindo do banco para os Bucks, papel que já desempenhou muito bem na Universidade, além de poder jogar de Armador tanto quanto Ala-Armador.

 

 

O Milwaukee Bucks deve possuir uma escalação titular com:

 

Eric Bledsoe – Malcom Brogdon/Tony Snell – Khris Middleton – Giannis Antetokounmpo – Brook Lopez

 

Os Bucks adquiriram para essa temporada mais arremessadores de 3 pontos como Brook Lopez, Ersan Ilyasova, Pat Connaughton, esses todos vindo da Free Agency. Dessa forma os Bucks terão mais jogadores para espaçar a quadra, possuindo mais big mans que arremessam do perímetro, o que abre espaço no garrafão para Giannis conseguir infiltrar mais facilmente, sua maior qualidade ofensivamente.

Penso nos Bucks como o quarto time mais forte do Leste, ainda atrás dos Celtics, Raptors e 76ers, mas como possuem o melhor jogador da conferência, não se pode duvidar de uma possível aparição na Final de Conferência, dependendo do adversário, é claro. Giannis já foi espetacular nesta última temporada e deverá ser ainda melhor na próxima, o que chega a ser assustador se formos pensar no potencial que o grego ainda tem pela idade que possuí, sem duvida alguma é um grande candidato, se não o maior, a tomar o trono de LeBron James quando este começar a piorar. Os torcedores de Milwaukee que fiquem extremamente animados com o futuro do time, a construção do elenco é boa e promete poder competir em alto nível na Conferência Leste por vários anos.

 

Leia outros textos da minha autoria em: Small Ball Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *