San Antonio Spurs, a força do renascer!

A equipa dos San Antonio Spurs foi uma das mais faladas nesta “offseason” pelos mais variados motivos. Desde a polémica em torno de Kawhi Leonard, até à saída dos jogadores de referência da equipa, tem sido muitas as notícias a envolver a equipa treinada por Gregg Popovich.

 

O Adeus ao “Big 3”

Depois de 19 épocas ao serviço dos Spurs, Tim Duncan anuncia o fim da carreira em 2016, sendo o primeiro do famoso trio maravilha dos Spurs a retirar-se da NBA. Restava Manu Ginobili e Tony Parker, que se mantiveram na equipa, e que saem agora, depois de várias épocas recheadas de sucesso e título.
O famoso base francês, Tony Parker, saiu da equipa e assinou pelos Charlotte Hornets por 2 anos, e esta terá sido a notícia menos esperada, visto que era previsível que Parker terminasse a sua carreira também nos Spurs.
Por último assistimos à retirada do astro Argentino Manu Ginobili, que decidiu terminar a sua carreira na NBA.

O passado recente da história da NBA está marcada pelo sucesso dos Spurs, que conseguiram chegar ao seu primeiro título em 1999, e aí começou um certo domínio da equipa na NBA, ao conquistarem 5 títulos desde 1999 até 2014. Este sucesso da equipa muito se deve à qualidade do treinador Gregg Popovich, mas estes 3 jogadores que mencionamos estiveram diretamente ligado ao sucesso e aos títulos dos Spurs nos últimos anos.

 

 

 

O caso Kawhi Leonard e a sua troca

A equipa dos Spurs é conhecida por ser uma das equipas que mostra um maior “rigor” na resolução dos seus assuntos internos, facto esse que se deve muito à filosofia do seu treinador.

No caso de Leonard não foi bem o que aconteceu. O MVP das finais de 2014 que encantou os adeptos de basquetebol pela qualidade que vinha a demonstrar, mas principalmente pela exibições fantásticas na grande final frente aos Miami Heat, começou por demonstrar algum desconforto na organização dos Spurs. O jogador esteve lesionado e a partir daí foram muitos os rumores que surgiram. Não se sabe ao certo qual foi o motivo desta rutura entre a equipa e o jogador que era considerado o “futuro” dos Spurs, mas a verdade é que toda esta história terminou com a troca de Kawhi Leonard para Toronto, acompanhado por Danny Green. Em troca os Spurs receberam DeMar DeRozan e Jakob Poeltl e uma 1ª escolha de draft de 2019 por parte dos Raptors.

 

 

 

O que reserva a nova época


Nos últimos anos a equipa dos Spurs é constantemente subestimada, ou porque os jogadores já tinham bastante idade, ou porque as figuras da equipa começavam a retirar-se, a verdade é que os Spurs mostram-se sempre uma das equipas mais difíceis de bater, e conseguem alcançar os playoffs.

Com a saída de Parker, Ginobili, Green e Leonard, tem sido quase dado como adquirido que os Spurs estão mais fracos e que não conseguirão chegar aos playoffs, no entanto o cenário não é tão mau quanto parece.

Na última época Leonard realizou apenas 9 jogos, e este era o jogador principal da equipa, visto que a sua participação foi quase insignificante nos 82 jogos da época regular. Além disso Ginobili e Parker já não apresentaram o seu melhor jogo, surgiram algumas lesões e mesmo assim a equipa conseguiu acabar a época em 7º lugar da sempre difícil conferência Oeste, com um registo de 47 vitórias e 35 derrotas.

A equipa apesar de ter perdido jogadores fundamentais, mas que já não fizeram a diferença na última época, mostra que tem potencial para que esta nova época seja novamente de sucesso.
A equipa conta com jogadores de valor como LaMarcus Aldridge, Pau Gasol e Patty Mills.

 

 

Os novos jogadores dos Spurs

O principal destaque vai para a chegada de DeMar DeRozan, falamos de um jogador que terminou a último época com uma média de 23 pontos por jogos e 5.2 assistências por jogo. Este era o principal jogador dos Raptors, e com certeza fará bastante diferença na sua nova equipa, chega também Jakob Poeltl que já mostrou algum potencial. Além disso os Spurs contratam Marco Belinelli e Quincy Pondexter, que são jogadores veteranos, com bastante experiência e com qualidade para dar profundidade ao plantel

 

 

 

Nova época, o mesmo sucesso

Não podemos desvalorizar as saídas de jogadores como Ginobili, Parker ou Leonard do plantel dos San Antonio Spurs, mas como analisamos, estes jogadores já não fizeram a diferença na última época, e mesmo assim os Spurs conseguiram chegar aos playoffs com relativa facilidade.

Se a isto juntarmos o valor dos novos jogadores que os Spurs contrataram, nomeadamente DeMar DeRozan que é uma das figuras da liga, é muito possível que os San Antonio Spurs consigam estar presente nos playoffs, não sendo candidatos ao título, mas serão certamente uma equipa muito difícil de bater.

A qualidade de Gregg Popovich para gerir esta equipa que faz uma combinação muito boa entre jogadores jovens, como Murray, Forbes e Poeltl, com a experiência do plantel, que já é uma marca de referência desta organização, cria uma grande expetativa para o que será a nova época para a equipa dos San Antonio Spurs.

Pedro Ribeiro

Formado em Ciências da Comunicação, trabalhou como Jornalista e Assessor de Comunicação. Fã da NBA, participou em vários projetos sobre esta liga. Fundador do site www.nbaportugal.com https://twitter.com/pedrofmribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *